Sindicato dos Metalúrgicos é homenageado pela Câmara de Iperó

Sexta-feira, 14 de Março de 2014 - Última alteração em 14/03/2014 às 00:00
fonte:  Imprensa SMetal
Foguinho/Imprensa SMetal
Vereador Luizinho Popst e Ademilson Terto, presidente do SMetal
Vereador Luizinho Popst e Ademilson Terto, presidente do SMetal
Ampliar
Vereador Luizinho Popst e Ademilson Terto, presidente do SMetal
Vereador Luizinho Popst e Ademilson Terto, presidente do SMetal

O Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região recebeu, na noite desta quinta-feira, dia 13, uma moção de congratulações da Câmara Municipal de Iperó em virtude dos "relevantes serviços prestados" pela instituição à comunidade. A iniciativa foi do vereador petista Luiz Alberto Antunes Popst, que entregou a placa com o texto da moção ao presidente do Sindicato, Ademilson Terto da Silva.

A moção foi entregue ao presidente do SMetal durante sessão solene, às 20h, que homenageou também outras nove pessoas e instituições com moções de congratulações, de aplausos ou títulos de cidadão iperoense.

A sessão foi conduzida pelo presidente da Câmara, Alysson Alessandro de Barros (PSL), e contou com a presença de representantes do poder executivo de Iperó e também do poder público de Boituva, além da delegada de polícia, Ana Cássia Labronici Gomes, e de membros da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Na justificativa da homenagem ao Sindicato, o vereador Luizinho citou os mais de 10 anos de instalação de uma sede na instituição na cidade e a contribuição dos ganhos salariais da categoria para a economia da cidade. "Hoje temos dois mil metalúrgicos em Iperó e as campanhas salariais, que reajustam os salários; junto com a participação dos resultados conquistada anualmente pelos metalúrgicos, sob a liderança do Sindicato, ajudam muito a movimentar o comércio e o setor de serviços do nosso município", afirmou o vereador.

Luizinho, como é conhecido o vereador do PT, também lembrou os nomes de todos os dirigentes sindicais metalúrgicos de Iperó, incluindo o primeiro deles, Antônio Rodrigues dos Santos, o Bolinha 2, que representou o sindicato na cidade entre 1989 e 2003 e que estava presente à solenidade.

O atual dirigente sindical metalúrgico em Iperó, Edison Marciano, o Pretinho, também foi lembrado pelo parlamentar na tribuna.

A sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região em Iperó foi fundada dia 26 de agosto de 2003, inicialmente em um prédio alugado. Anos depois a entidade adquiriu um imóvel na cidade, onde instalou sua sede própria e atual, no dia 20 de setembro de 2008.

Sindicato Cidadão
O vereador citou ainda, como contribuição dos metalúrgicos à comunidade, as ações relacionadas ao Sindicato Cidadão,como o apoio a eventos populares, debates sociais e realizações de campanhas filantrópicas, como o Natal Sem Fome.

O presidente do Sindicato, Ademilson Terto da Silva, após receber a homenagem declarou estar "muito honrado e feliz" por receber, em nome da entidade, a moção da Câmara de Iperó. "Os metalúrgicos de Iperó sempre foram muito atuantes e contribuíram com as lutas e conquistas sindicais. Sempre tivemos também ótimos dirigentes na cidade, incluindo o hoje vereador Luizinho".

Terto também ressaltou que Iperó tem crescido muito em importância no ramo metalúrgico. "No início dos anos 2.000 havia poucas centenas de metalúrgicas na cidade. Hoje são mais de dois mil trabalhadores no setor. A tendência é crescer ainda mais. A política econômica do governo federal tem proporcionado desenvolvimento e o município tem aproveitado as oportunidades", afirmou o dirigente.

Capital da forjaria
Luizinho complementou o otimismo de Terto ao afirmar que o novo distrito industrial, em fase de implantação, deverá atrair mais investimentos e fábricas para Iperó, que hoje já recebe o apelido de "capital da forjaria" no meio metalúrgico.

Além da indústria metalúrgica, que representa 30% da arrecadação do município, outra base econômica de Iperó é a agricultura familiar. O município tem 30 mil habitantes e é uma das 14 cidades da região de abrangência do Sindicato, que tem umtotal de 45 mil metalúrgicos em sua base.

Imagem
Câmara ficou lotada por público que acompanhou as 10 homenagens da sessão solene desta quinta-feira

Comentários

Voltar